segunda-feira, 26 de junho de 2017

Desafie-se

Deixar de Amar

Se você é debochado em toda resposta é que deixou de amar. Se consegue dormir brigado é que deixou de amar. Se vê sua namorada ou namorado chorando e vira as costas é que deixou de amar. Quando amamos, o sofrimento do outro dói mais do que nosso próprio sofrimento, a insatisfação de nossa companhia parece ser inconsolável, a mais leve incompreensão provoca insônia. Amar é cuidar para que nosso par não se entristeça, não fique desanimado, não desapareça nem um pouco do domínio de nossos pensamentos. No fim, para resumir, se deixou de ser chato é que deixou de amar.
Carpinejar

Seu

Eu quis tanto ser a tua paz, quis tanto que você fosse o meu encontro. Quis tanto dar, tanto receber. Quis precisar, sem exigências. E sem solicitações, aceitar o que me era dado. Sem ir além, compreende? Não queria pedir mais do que você tinha, assim como eu não daria mais do que dispunha, por limitação humana. Mas o que tinha, era seu.
Caio Fernando Abreu

Roubada

Aleff Tauã

Caminhos

Mas um dia hei de ir,
sem me importar para onde o ir me levará.
Clarice Lispector

Caminhada

Quem me acompanha que me acompanhe: 
a caminhada é longa, é sofrida mas é vivida. 
 — Água Viva, Clarice Lispector

Cacheada